Lojas de vinho em Porto Alegre: Garage Vinhos

Venda direto ao consumidor, grande estoque e foco em vinícolas boutique: hoje vamos falar da nossa visita à Garage Vinhos.

IMG_5480

A premiada vinícola Las Perdices é uma das exclusividades da casa

Fui à loja pela segunda vez na semana passada, 14/02, atraído pelo “Beberete” que eles promovem aos sábados. Para minha alegria, o Carnaval não impediu o evento, que consiste na degustação de um ou mais rótulos da casa, acompanhados por petiscos.

Logo na entrada fui recebido pelo Armando Conedera, sommelier entusiasmado que trabalha na loja. Desde já deixo meu agradecimento pelo tempo dele e pelas explicações que me deu sobre a Garage Vinhos. Como a proposta do blog é chegar desavisado, tenho certeza que a dedicação dele é a mesma com todos os clientes que entram na loja.

O lugar faz jus ao nome: na fachada do edifício, uma grande porta de garagem deixa a entrada de verdade, logo ao lado, parecendo pequena. De cara, é fácil notar que a proposta é diferente à de outras lojas que se esforçam em cativar o cliente por meio de uma atmosfera requintada (e, às vezes, artificial).

Do lado de dentro, surpreende a distribuição das garrafas: sem balcões, sem mesas, elas ficam a vista em cima de caixas e mais caixas de vinho (como se nota na foto de abertura e na de baixo). A disposição obedece algumas regras práticas: vinhos sem madeira ficam na entrada e à esquerda; vinhos com madeira (os “reserva”) estão à direita. Já os vinhos de guarda (com mais madeira ou encorpados) se encontram numa salinha ao fundo. Os “corredores” são formados pelas próprias caixas de vinho, que se fossem um tanto mais altas dariam ares de labirinto.

IMG_5483

Fundo da loja, com rótulos mais exclusivos

Apesar disso, o catálogo é enxuto: eles trabalham somente com vinícolas boutique – e atualmente com apenas oito! Com essa oferta, representam quatro países: Argentina (Las Perdices, Barberis, Finca La Anita), Chile (Casas del Toqui), Espanha (Honorio Rubio, Viña Almirante) e Portugal (Encostas de Estremoz). Uma delas vou ficar devendo – quem souber, por favor acrescenta nos comentários! Assim, somam um total de 120 rótulos de distribuição exclusiva, ainda que revendidos para algumas grandes redes no país.

O estabelecimento, que há pouco completou dois anos, se destaca pela identidade diferenciada. O nome faz uma dupla alusão à ideia de garagem, aliando pólos aparentemente opostos: a venda “a granel” de um garage sale com a qualidade dos “vinhos de garagem” (os também chamados “vinhos de autor”)

A maioria das lojas que eu conheço exibe sempre um número reduzido de garrafas para cada rótulo. Assim, a gente fica com a sensação de que, se não levar a garrafa na hora, corre o risco de ficar sem.

Aqui, essa lógica é invertida: minha impressão era que eu podia levar o vinho que quisesse para experimentar em casa. Se gostasse, dava para voltar e comprar uma dúzia. Para formar essa imagem, ajudou bastante o desconto progressivo (e camarada) que eles oferecem para quem compra 3, 6 ou 12 garrafas. Se você se encantar por algum dos rótulos, vai poder fazer seu próprio estoque.

Outra curiosidade: a loja conta com alguns livros a venda e outros de consulta local, especialmente sobre vinhos e gastronomia. Segundo o Armando, quem for cliente frequente pode levar para casa, como se fosse biblioteca. Motivo a mais para multiplicar as visitas.

Direto do site

Petiscos do evento, foto roubada da página do fac

Sobre o Beberete: achei a ideia muito bacana, especialmente para quem quer conhecer a loja. Quando cheguei (já no fim do dia) eles tinham para degustação o Las Perdices Pinot Grigio – leve, aromático e frutado. Sei que abriram também um Bis Tinto (da vinícola Encostas De Estremoz) e um espumante brut da Las Perdices, mas eu precisava ter chegado mais cedo!

Acima do caixa, há uma frase escrita em giz afirmando que a loja possui o maior estoque de vinhos do Brasil. Minha primeira impressão foi de incredulidade, mas acho que existe aí uma dose de razão: eles trabalham num espaço amplo, grande a ponto de disfarçar o volume das caixas empilhadas junto às paredes. Mesmo que outros estabelecimentos tenham depósitos imensos, aqui a proposta é garantir pronta entrega, ter o produto ao alcance da mão do consumidor. Se eu entendi errado, fico aberto à correção.

A loja, um pouco escondida, está localizada na Avenida Ceará, próximo ao encontro das avenidas Benjamin Constant e Assis Brasil (bairro São João). Para quem gostar da proposta, eles estão em fase de soft opening de um segundo endereço, junto à Rótula do Papa (ao lado do antigo Estádio Olímpico). Se eu ficar sabendo da abertura, posto aqui!

10 comentários sobre “Lojas de vinho em Porto Alegre: Garage Vinhos

  1. Pingback: Cursos WSET em Porto Alegre – formando Sommeliers | Movido a Vinho

  2. Pingback: Vinho em agenda: 23 a 29 de maio | Movido a Vinho

  3. Pingback: Vinho em agenda: 29 de maio a 7 de junho | Movido a Vinho

  4. Pingback: Lojas de Vinho em Porto Alegre: de volta ao rumo | Movido a Vinho

  5. Pingback: Vinho em agenda: 6 a 12 de junho | Movido a Vinho

  6. Pingback: Programas com vinho em Porto Alegre: Bar do Gomes e os vinhos da Garage | Movido a Vinho

  7. Pingback: Vinho em agenda: 12 a 19 de junho | Movido a Vinho

  8. Pingback: Vinho em agenda: 20 a 26 de junho | Movido a Vinho

  9. Pingback: Vinho em Agenda: 27/06 a 03/07 | Movido a Vinho

  10. Pingback: Vinho em Agenda: 07 a 12/7 | Movido a Vinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s