Programas com vinho em Porto Alegre: Bar do Gomes e os vinhos da Garage

Nem só de casas especializadas vive quem ama o vinho… Um grande desafio, para os apreciadores da bebida, está em encontrar lugares que vendam produtos de qualidade a preços justos. Feito isso, daí depende do gosto de cada um escolher o endereço que tenha mais “a sua cara”.

Neste post quero mostrar uma parceria bem bacana entre o Bar do Gomes e a Garage Vinhos, que montaram uma carta de vinhos sem firulas e muito em conta para acompanhar o saboroso cardápio da casa. Uma opção e tanto para quem gosta de beber vinho num contexto mais informal e descompromissado.

Bolinhos de bacalhau com mandioquinha + vinho Tremendus Clarete: tão gostoso quanto parece!

Bolinhos de bacalhau com mandioquinha + vinho rosé da Garage Vinhos: tão gostoso quanto parece!

Basta olhar o menu com atenção que um fato salta aos olhos: são 18 vinhos, entre espumantes, rosés, brancos e tintos – todos por menos de R$ 60! Para quem está acostumado a revirar as cartas de restaurantes em busca de opções em conta, parece até que esqueceram de atualizar os valores. Muito pelo contrário, os preços são resultado de um esforço conjunto da Garage Vinhos e do Bar do Gomes.

Vinhos sem gravata (nem salto alto)

Nada como uma garrafa depois da outra (foto da Garage Vinhos)

Vinhos exclusivos e por um valor justo: proposta da loja Garage Vinho entrou para o cardápio do Bar do Gomes.

Por um lado, faz parte da proposta da Garage fornecer vinhos com um excelente custo-benefício, garantindo que seus produtos cheguem ao cliente final com valores atraentes (quem quiser saber mais sobre a loja pode ler este post aqui). Por outro lado, o Gomes entrou junto nessa briga, mantendo sua margem de lucro achatada em cada uma das garrafas selecionadas. Esse trabalho em equipe permite ao consumidor escolher sua bebida sem aquela sensação de “exagero” que o vinho costuma carregar nos menus de bares e restaurantes.

“A ideia é descomplicar o vinho”, resume Abel Blumenkrantz, Gerente de Estratégia da Garage Vinhos. Isso significa que o vinho não precisa ser colocado em um pedestal para ser apreciado – na verdade, seria justamente o oposto: quando em companhia de bons amigos ou diante de uma comida bem preparada, o vinho pode ser somente um acompanhamento, agradável e discreto.

Para quem tiver alguma dúvida do esforço da Garage em consolidar esta proposta, vale mencionar que eles têm segurado ao máximo as mudanças no câmbio, para não atingir seus consumidores. Indo na direção contrária à de outras importadoras, decidiram reduzir a margem de lucro de seus vinhos Premium, para estimular a venda. Nas linhas de base, somente três dos mais de 140 rótulos foram atualizados – e em apenas R$ 1,00.

O mesmo vinho, das prateleiras para a mesa

Rolinho primavera com molho de ostras, acompanhado por um vinho Pionero Macerato, de Portugal.

Rolinho primavera com um toque de ostras e molho hot chilli, acompanhado por um vinho Pionero Macerato, de Portugal.

Esse espírito parece ter sido bem recebido pelos clientes do Bar do Gomes. Conforme relata o gerente administrativo do estabelecimento, Rafael Lorenzato, mesmo no verão o consumo de vinho superou o de chopp. Um exemplo concreto: o vinho argentino Las Perdices Malbec, cuja unidade custa R$ 58 na Garage, fica por R$ 59 no Bar do Gomes. Por somente R$ 1,00 você ganha o atendimento, a comodidade e a estrutura do Gomes!

Aliás, para quem não conhece o bar ainda, ele está localizado na rua Fernando Gomes, próximo à Padre Chagas, onde ficava o restaurante Le Bistrot. O endereço badalado foi reformulado há cerca de seis meses para lidar com uma mudança no perfil da clientela – que foi se tornando mais jovem e reunindo um número cada vez maior de mulheres.

A mudança na casa agradou, e muito! Em seu pouco tempo de atividade, o local foi escolhido como “Bar Revelação” da VEJA Comer & Beber. Também foi eleito pela Stella Artois como um dos 20 melhores locais na arte de tirar o chopp da marca. Afinal, nem todo mundo precisa beber vinho para sentar na mesma mesa!

Apesar de todas essas qualidades, o maior incentivo para conhecer o Bar do Gomes ainda são as “comidinhas” servidas lá. Todos os pratos são dignos da experiência do estabelecimento como restaurante, porém preparados em estilo arrojado, para dividir. Destaque especial para os saborosos “montadinhos”, versão abrasileirada dos “tapas” espanhóis. Sugiro experimentar todos – e ir vendo que vinho combina melhor com cada um.

Montadinhos de salmão e manga. Quer mais? Então tome um Las Perdices Malbec para acompanhar!

Montadinhos de salmão e manga. Quer mais? Então tome um Las Perdices Malbec para acompanhar!

Apenas mais um detalhe: verifiquei pelo cardápio do Bar do Gomes que o Tremendus Rosé (vinho da foto de abertura) foi trocado pelo Finca La Daniela Malbec Rosé. Os dois produtos estão na mesma faixa de preço, mas achei importante avisar quem pensou em pedir o vinho do post, para não confundir… Confio no Armando (sommelier da Garage) e tenho certeza que a troca deve favorecer as harmonizações da casa, mas terei que voltar lá para ver como ficou a combinação com o La Daniela!

Um abraço e bom proveito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s