Novos vinhos da Koyle enfatizam terroir

A importadora Grand Cru e a vinícola chilena Koyle apresentaram este mês alguns rótulos novos que estão chegando ao mercado Brasileiro. Em Porto Alegre, eles realizaram evento em parceria com o restaurante Chicafundó e contaram com a presença do Diretor Geral da vinícola, Max Undurraga, que veio ao Brasil para divulgar a marca.

IMG_2341.JPG

É provável que o nome Undurraga soe familiar. Eles são fundadores de uma das maiores e mais tradicionais vinícolas chilenas, porém venderam a empresa à qual dão nome para um grupo internacional há cerca de 10 anos. Já na quinta geração de vinhateiros, a família decidiu investir em um projeto de menor escala, buscando fazer vinhos “de autor” em locais selecionados.

Já havia provado boa parte dos rótulos que eles produzem no ano passado (lembre aqui), mas os três produtos que eles trouxeram este ano estão para lá de especiais. Siga lendo para saber mais.

A empresa
IMG_2338A vinícola Koyle produz um cerca de 400 mil garrafas por ano, um número muito pequeno para os padrões chilenos. Apesar da longa história da Undurraga na produção de vinhos, o enólogo Cristóbal Undurraga é o primeiro da família a formar-se nessa área. Ele foi um dos artífices da atual filosofia da Koyle, que apregoa três valores: tradição, sustentabilidade e terroir.

Depois de trabalhar em Napa (Estados Unidos), na Austrália, em Bordeaux (França) e na Argentina, Cristóbal voltou ao Chile para coordenar esse novo projeto. Segundo seu irmão Max (foto), Cristóbal não quis tomar parte do negócio até sentir que tinha “algo a agregar”. Ele adquiriu experiência fora e trouxe esse conhecimento para a Viña Koyle.

“Queríamos sair do Valle Central”, resume Max. Esta região é responsável por 90% da produção de vinhos chilenos, mas eles preferiram explorar novos terroirs. Buscaram solos profundos e minerais, tanto na Cordilheira dos Andes como na Cordilheira da Costa, locais com disponibilidade de água e boa insolação.

IMG_2347

A maior parte da produção se localiza em Los Lingues (a exemplo do Cerro Basalto, da foto acima), local onde se instalaram em 2006. Outras uvas provém do Valle de Itata (como Sauvignon Blanc) e de Colchágua. Em todos os vinhedos a produção é orgânica, sendo que técnicas biodinâmicas já foram implantadas em parte da produção.

Os vinhos
A Koyle não tem linhas “de entrada”. Isso vale tanto para o preço (que inicia na faixa dos R$ 100) como para o nível de qualidade de seus vinhos (que valem o que custam, ou mais!). Os rótulos estampados com o nome da vinícola e aqueles da linha Royale, superiores, são exemplares com “dupla nacionalidade”: chilenos no terroir e na essência, europeus na elegância (com cortes precisos e muito equilíbrio). Leia mais aqui, no post anterior sobre a vinícola.

IMG_2350

Harmonização inusitada com as sobremesas do Chicafundó

Já os vinhos apresentados nesta ocasião são… mais interessantes. O terroir chileno se nota, sim, mas com muita autoria. Provamos três rótulos recém chegados ao mercado nacional (de um total de 6 pelas minhas contas), todos com uma excelente qualidade e bom preço. Veja abaixo nossas impressões e clique nos links para ver as notas completas:

  • Koyle Sauvignon Blanc Cuarzo 2015 (preço sugerido R$ 120) – surpreende pela estrutura, que sugere longevidade (apesar da uva não ser recomendada para guarda). Floral, refrescante e com aquele herbáceo rico que só essa uva proporciona;
  • Koyle Don Cande Muscat 2015 (preço sugerido R$ 111) – experimente sem preconceito e se surpreenda. São vinhas de 80 anos de idade, vinificadas em contato parcial com as cascas (10%). Rico, complexo, refrescante, didático. Bebe-se com um sorriso no rosto.
  • Koyle Cerro Basalto 2013 (preço sugerido R$ 180) – tinto com corte de uvas estilo Rhône Sul, produzido em região com clima de Rhône Norte (muita insolação e terreno íngreme). Altíssima concentração de vinhas e mínima quantidade de cachos, para extrair ao máximo o sumo das uvas. O resultado é delicioso e promete evoluir nos próximos 5 anos (ou mais).

IMG_2345

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s